A aluna Letícia recebeu a medalha pela melhor redação



Jundiaí - Nesta sexta-feira, 18 de novembro, alunos da Escola Cristã Jundiaí e demais entidades municipais lotaram o auditório da UniAnchieta, para sua formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), na presença de Policiais Militares como Ronaldo Emídio da Silva, que atuou como instrutor, professores, pais e responsáveis.


No Brasil, o programa já é aplicado na rede pública e privada com estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental desde 1992, por meio do convênio firmado junto à Polícia Militar, sendo direcionado para crianças de nove a doze anos, durante aproximadamente três meses, com uma hora de aula por semana para cada turma, com o  objetivo de fortalecer a cidadania.


Em Jundiaí, a aluna da Escola Cristã, Letícia Coppi, foi a vencedora do concurso de redação sobre o projeto e dividiu a alegria com outros estudantes que também receberam o diploma de conclusão do programa, brindes e medalhas de premiação. Um dos momentos mais esperados da cerimônia foi a leitura das melhores redações, além do juramento que foi comandado pelos instrutores. 


Emocionada, a professora Flávia Pincinato lembrou da importância do projeto para seus alunos em sala de aula. “Trazer à tona aspectos tão relevantes para a proteção de nossas crianças, como a resistência ao uso de drogas e combate ao bullying, proporcionou aos alunos a oportunidade de vivenciar momentos de aprendizagem com figuras de autoridade fora do âmbito escolar. Permitiu que profissionais que cuidam de diversos aspectos de nosso bem estar, compondo a força policial, sejam devidamente valorizados”, destacou.



Auditório da UNIAnchieta repleto de alunos, pais e professores


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem