O músico apontou diversos perfis que usam imagens e vídeos de menores de idade com danças e comportamentos sensuais na web, contribuindo com a rede de pedofilia existente no campo digital.

Ao tomar conhecimento deste tipo material circulando em alta nas mídias sociais, Saad acionou influenciadores e internautas para denunciarem contas identificadas e devidamente mencionadas em publicações sobre o assunto.

Em algumas horas após a mobilização da comunidade evangélica, o Instagram deletou o endereço eletrônico que estava disponível, tendo mais de 100 mil seguidores. A maioria destes, potenciais pedófilos interessados em dados de crianças seminuas.

— Conseguimos! Derrubamos a conta com mais de 100 mil seguidores pedófilos no Instagram. Obrigado por estarem nessa luta. Mas, ainda não acabou. Existe uma rede grande de pedófilos aqui — escreveu.

Atualmente, Isaías Saad é um dos principais nomes do segmento gospel no país. Em 2018, ele veio à tona no meio cristão com o hit “Ousado Amor”. O single religioso acumula mais de meio bilhão de reproduções nas plataformas de músicas.

Desde então, o artista passou a acumular diversos outros sucessos, como “Bondade de Deus”, “Ruja O Leão”, “Enche-me” e “Levanto Um Aleluia”, em duetos com as cantoras Nívea Soares e Gabriela Rocha, além de Ana Paula Valadão, líder e fundadora do Diante do Trono. 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem